quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Então não existe acaso, tudo tem propósitos. Este me atacou para que eu pensasse.
O que existe depois da vida, é um tema bem conversado pela terceira idade. Por que nós, jovens, não pensamos nisso?
Acreditamos sempre que temos a vida toda pela frente, quando não sabemos nosso próprio prazo de validade e qual o sentido dela.
Me parece totalmente aceitável ter sido criada por alguém, e que este, mais que ninguém, me ama inimaginavelmente mais que qualquer pessoa, e que isto excede ao meu entendimento.
Mas que este, não por acaso, me criou para que o adorasse. Sendo este o motivo da existência de toda a humanidade.
Que nos mostrou amor supremo dando seu próprio filho desconhecido do pecado, para que pudesse nos reaproximar e então, perdoar os nossos.
E que a partir disto, fez filhos aqueles que acreditam, e que nos preparou um futuro eterno ao seu lado.
Se parecer tolice... Pense que você evoluiu de uma bactéria. Idiotice, né?

"Ensina-nos a contar os nossos dias".

Nenhum comentário:

Postar um comentário